Quem me acompanha nas redes sociais (Instagram – Facebook), deve saber que eu entreguei o meu TCC recentemente. O último ano foi uma grande loucura, quase 10 meses pesquisando e escrevendo sobre o meu tema, além de estar cursado 14 disciplinas (SIM, 2 semestres em um só – level HARD), e eu certamente aprendi muita, mais MUITA coisa mesmo.
.
[instagram url=//instagram.com/p/wzSqPRR-Vt/]

Ah, e eu já ia esquecendo de duas ferramentas que foram fundamentais para a o desenvolvimento do meu TCC: Ferramenta 1Ferramenta 2
 Confira:
    1. Não é um bicho de 7 cabeças

      Desde antes de eu começar o curso, uma palavra que me tirava o sono era: TCC, pois eu achava que era coisa de outro mundo e que seria praticamente impossível ser aprovado. Me enganei, foi um pouco mais simples do que eu imaginava.

    2. Definir o tema é complicado

      Ao contrário do que sempre imaginei, o tema do meu TCC foi definido por mim, porém contei com orientação. Fui totalmente livre para delinear o meu tema e conseguir fechar em algum tema
      TCC

    3. Disciplina em primeiro lugar

      Se você é daqueles que estuda na véspera das provas (assim como eu já fui um dia), pode ir mudando a sua postura. Meu TCC exigiu dedicação média de 10 horas semanais, de fevereiro a dezembro de 2014. Quando eu ficava mais de uma semana sem alimentar ele, simplesmente perdia o fio da meada e demorava pra retomar o ponto de onde tinha parado.

    4. Trabalhos sem formatação nunca mais

      Desde o ensino médio eu estava acostumado a fazer todos os meus trabalhos de forma convencional, com capa e conteúdo apenas. O TCC me ensinou a seguir as normas da ABNT para todo e qualquer trabalho escolar, o que fez com que as minhas médias nos trabalhos aumentassem de forma significativa.

      Screenshot 2014-12-21 11.51.46
    5. Google?

      Pela primeira vez na minha vida eu usei o google apenas em casos extremos para buscar referências para o meu TCC. Aprendi a buscar fontes extremamente confiáveis e bibliografias de peso, caso contrário eu não conseguiria defender a minha tese de forma concreta.

    6. Referências bibliográficas e plágio

      Desde o primeiro encontro com a minha orientadora fui instruído a tomar muito cuidado com plágio e referenciar de forma correta cada autor. Se plagiar é zero e ponto! Segunda chance só no ano seguinte!

      Screenshot 2014-12-21 12.06.39
    7.  Concentração

      Sempre fui ligado no 220v, buscando fazer 1000 coisas ao mesmo tempo: acompanhar as estatísticas do blog, escrever uma matéria, responder no facebook e whatsapp, fazer trabalhos da facul, estudar – tudo ao mesmo tempo. Após começar o TCC descobri um novo aliado: Modo avião do celular. Sim, sem ele eu estaria até agora fazendo qualquer coisa menos construindo o meu TCC.

    8. De madrugada rende mais

      Uma das habilidades que eu desenvolvi durante o curso de engenharia foi a de dormir pouquíssimas horas por noite. Por mais que isso afete a nossa saúde, sabemos que é impossível levar uma rotina normal durante o curso. Descobri que de madrugada, por conta  e descobri que de madrugada eu chegava a render quase 3x mais.

    9. UMA cervejinha abre a mente

      Uma long neck e nada mais. Descobri que tomar uma cervejinha durante algum trabalho ou tarefa, abre a mente e nos deixa mais criativos. Mas lembre-se: Não vá encher a cara pois aí já era, só no dia seguinte!
      [instagram url=//instagram.com/p/vJ9czRR-ag]

Eduardo Cavalcanti
Autor

Engenheiro Civil de formação, empresário, e atua em diversos mercados. É aficcionado por tecnologia e está sempre em algum lugar diferente do mundo (sim, viajar está entre seus maiores hobbies). Já teve uma época em que não conseguia dormir sem assistir a um episódio do Netflix. Hoje, com o empreendedorismo pulsando em suas veias, usa praticamente todo o seu tempo livre consumindo conteúdos relacionados à cases de sucesso e ao mercado financeiro.

X